Atendimento Minha conta Avaliações Loja Confiável Blog Favoritos Favoritos
Dicas

Textura na Decoração: O que é e como Usar

Publicado em 02.07.2019 | comentarios
642 visualizações

Muitos a negligenciam a textura por associar o conceito clean a superfícies lisas e sem nada por cima, achando que assim conquistam conforto e requinte na decoração – mas a verdade é muito oposta a esse pensamento.

Poucos sabem o que é ou como usar a textura, mas quando resolvem aplicar seus conceitos, é notório ver a surpresa estampada em seus rostos, resultado de estar em um cenário agradável, aconchegante e cheio de vida.

Texturas na Decoração

Para garantir que um espaço seja visualmente atraente, diversos elementos entram em cena para despertar nossos sentidos, como cores, formas, padrões, linhas e texturas. Elas basicamente compõem o fundamento de toda essa arte e dependem de um equilíbrio para criar um espaço receptivo e aconchegante.

O que é “Textura”, no conceito de Design de Interiores?

Trata-se da qualidade da superfície de um material: seus aspectos físicos. Vamos usar aqui a almofada como exemplo, e perceba a quantidade de tecidos que você já viu revestindo uma, sejam eles lisos, sedosos, bordados, etc.

Almofadas textura Decoração

Cada um desses materiais oferece uma diferente textura, e assim como as cores podem afetar a sensação de calor ou frio, as texturas podem influenciar e afetar o tom e o peso da composição.

Isso significa que se você tomar apenas uma decisão equivocada na escolha das texturas, poderá acabar impactando todo o restante do cenário.

Decoração sem Estímulos pode ser falta de Textura

Na hora de iniciar o projeto de um quarto ou da casa inteira, existem muitos elementos de design de interiores que viram prioridade, como é o caso das cores e da mobília – parece que temos olhos só pra isso.

O porém é que se concentrar apenas neles o resultado soa sempre tão inconsistente, plano e sem calor que no final das contas é preciso voltar à estaca zero. E adivinha só quem costuma faltar ou salvar nestas situações? A textura, lógico.

Ela ajuda a evidenciar e diferenciar vários objetos e superfícies, transformar a luz e influenciar a escala, como também comunicar um design específico.

Tipos de Texturas

É importante conhecer os diferentes tipos de texturas e como tirar o melhor proveito de cada uma, buscando identificar se é ou não condizente para o esquema do seu projeto. São elas, textura visual ou tátil.

Exemplos de Texturas

Textura visual faz um apelo imediato à vista, é uma textura que chama atenção, é vistosa e atraente. Já texturas táteis, por outro lado, além de chamar atenção, ainda emanam a necessidade do toque (superfícies de veludo, por exemplo, invocam o desejo ao toque).

Além de acrescentar o aspecto visual ou tátil, a textura ajuda a impor um estilo de decoração específico, como suaves e brilhantes para uma sensação moderna; ou ásperas e naturais para um efeito rústico.

Estes são alguns tipos de elementos com diferentes texturas, como:

  • Tijolo;
  • Madeira;
  • Pedra;
  • Metal;
  • Tecidos;
  • Vidros;

Por isso, antes de sair dando pitaco no que você deveria fazer, o ideal é escolher um estilo antes para saber mais ou menos que linha pretende seguir, garantindo uma maior e melhor coerência. Assim você elimina diversos outros elementos que poderia gostar, mas que bagunçariam o esquema articulado.

Do Conceito para a Prática: Aplicando Texturas

O jeito mais fácil de começar a aplicar texturas e entender seu potencial para cada espaço com certeza é através dos tecidos e têxteis. Tapetes, almofadas, capas, mantas, cobertores, panos e qualquer outro tipo de tapeçaria é bem-vinda. Geralmente são itens fáceis de ter em mão e os testes podem iniciar de imediato, permitindo até mesmo ajustar e substituir facilmente em uma atualização posterior. 

Observe na prática, como com pouco é possível obter excelentes resultados:

1. Observe nessa sala como o aconchego é obtido com sucesso através de tapetes, mantas e capas para almofadas

Tapetes Textura Decoração

2. Observe como as texturas naturais, como fibras e madeiras são capazes de trazer o ar do campo para o lar.

Texturas Rústicas

3. Estes adornos compõem um belo exemplo do que a textura, aliada a decoração, pode oferecer.

Elementos Textura Decoração

4. Cores escuras e quentes que, com acréscimo das texturas, recebeu ainda mais aconchego e calor. Destaque para a parede de tijolos e o cimento queimado no teto.

Sala Moderna

5. Quadrostelas decorativas também agregam textura as paredes e podem dar vida a composições exclusivas. Móveis também podem sobressair neste quesito.

Quadros Móveis Texturas

6. Um quarto só pode ser aconchegante com o calor da tapeçaria. Aqui, muitos elementos entram em cena, como os diferentes tecidos, presentes na cortina, abajur, cobertor, manta, tapete, almofadas e poltrona.

Quarto Elementos Texturizados


Evite o “mesmismo”: Ouse e mixe Texturas

Você pode obter resultados únicos e ainda mais vistosos ao permitir que a criatividade solte suas asas, algo que é necessário para o sucesso da composição.

Muitos se prendem a um tipo específico de textura e esquecem que existem outros infindáveis. O excesso do mesmo acaba deixando a visão sobrecarrega e confusa.


Mas e então, percebeu a importância e o fundamento em usar a textura na decoração? É chato em teoria e muito mais divertido em prática.

Comece agora mesmo pela sua sala, com as almofadas, tapetes e mantas. Você vai ver como o resultado fica impressionante; assim como jogar almofadas sortidas sobre a cama, em conjunto dos travesseiros.. diferentes tamanhos, formas. É garantia de sucesso.

E é brincando assim que a gente obtém as melhores ideias e revoluciona a tendência da decoração.. E sempre que precisar de uma loja confiável para comprar artigos com o melhor custo-benefício, saiba que a Wevans é seu lugar.

Fonte(s): Google.com, Pinterest, ConstruindoDecor, DecorFacil.

Comentários